terça-feira, 27 de outubro de 2009

Método


Peço desculpa pela desorganização de algumas das mensagens, e enquanto escrevia um E-mail a convidar um autor para este Blog, apercebi-me que se calhar deveria ter clarificado um pouco mais o método que pretendo usar na construção do mesmo.

O método prende-se com o nome do "Blog" e baseia-se no seguinte: a ideia é construir Teoremas de consciência e Teoremas de actuação. Uma vez que Teorias, infelizmente (ou felizmente) já existem muitas.

Para melhor entender o fim descrito, achei por bem procurar a definição de Teorema na "Wickipédia" e eis o resultado...efectivamente aquilo que se pretende, quer nos comentários, quer nos artigos sugeridos para este "Blog"...

"Teorema é um termo introduzido por Euclides, em Elementos, para significar "afirmação que pode ser provada". Em grego, originalmente significava "espectáculo" ou "festa". Actualmente, é mais comum deixar o termo "teorema" para apenas certas afirmações que podem ser provadas e de grande "importância matemática"" (in http://pt.wikipedia.org/wiki/Teorema)

Excluindo a questão matemática, que obviamente não é intenção, apesar de ser bem vinda qualquer abordagem matemática a estes temas, creio ser clara a definição de Teorema.

Quanto ao método, agradeço também ao contributo da "Wikipédia" que, uma vez mais, facilitou-me a vida, contribuindo, na mesma página, com uma definição dos métodos utilizados na construção de teoremas, cuja leitura sugiro a leitores mais disciplinados (http://pt.wikipedia.org/wiki/Teorema).

Essa definição dos método é meramente referencial e visa apenas servir de guia, uma vez que eu também (e como podem ver) não sou muito direccionado a métodos, pelo que a ausência de cariz prático/ciêntifico não invalidará as sugestões e/ou ideias que se sugiram.
Assim, definido um meio e um método, avancemos então para as construções.