sexta-feira, 9 de abril de 2010

O Teorema do Antagonismo Deus/Acaso


Olá outra vez...para desenjoar um bocado da paisagística existêncial em que tenho andado focalizado nos últimos tempos, fujo hoje pra um outro campo, também ele existêncialista, mas desta vez que se prende com o determinismo/livre arbitrio.

Hoje, por "acaso" dei com um Blog...e muito específicamente com um "post" de um Blogger que desconheço, mas cujos "posts", no momento em que vos escrevo já lí (também não são muitos...4 até ao momento...mas bons! Directos, concisos e definitivamente não tão longos quanto os meus!!!).

Mas o primeiro que lí (O Teorema do Antagonismo Deus/Acaso) versava, em linhas breves, sobre a questão da ordem que existe e é verificada na estructura do Universo (verificada diariamente por cientistas do mundo inteiro) e a possibilidade de a mesma derivar de uma Ordem Universal (um ser superior) ou do mero Acaso.

Como o autor do pensamento, concordo que para ser Acaso já estamos a exagerar nas coincidências!!!!

Efectivamente deve existir uma Ordem subajcente a Tudo o que nos rodeia, sendo que, na minha opinião, a sensação de Acaso e Livre Arbitrio deriva exclusivamente de desconhecermos o encadear das causas e efeitos que levam ao produto final.

Ora...este conceito, quando aplicado às nossas vidas pode ser complexo...seremos efectivamente livres ou a nossa "liberdade" é derivada da mera ignorância dos factores que condicionam as nossas escolhas?

Pois é...é uma pergunta banal e até filosófica demais...mas experimentem ver as coisas da seguinte forma...antes de decidirmos seja o que for, não seria interessante pensar uns segundos sobre porque estamos a decidir assim? As conclusões podem ser muuuuito interessantes...e os efeitos das decisões...mais ainda! :)

Se por ventura forem mais impulsivos... o "depois" é sempre um momento tão bom para fazer este processo como o "antes"!

Bom fim de semana para todos!